fbpx
Bem-vindo a Digital Certificadora!
Como o certificado digital pode facilitar a rotina dos freelancers?

Freela, como é popularmente conhecido o freelancer, é um profissional autônomo que presta serviços para diferentes empresas ou gera projetos individuais e independentes, atendendo cada um dos seus clientes de forma única. Mas como é possível facilitar a vida desse profissional? Com o certificado digital, a rotina dos freelancers fica muito mais simples.

Ainda mais porque o número de profissionais freelancers vem crescendo, conforme levantamento feito no final de 2021 pela Closeer, plataforma que oferece vagas para autônomos. A pesquisa mostrou que quase 65% dos entrevistados aderiram ao modelo durante o último ano. 

Por isso, com o objetivo de ajudá-los a trabalharem com mais segurança e praticidade, neste conteúdo vamos mostrar as vantagens de aderir o certificado digital em uma rotina de freelancers. Vamos lá?

Certificado digital e freelancers

Aderir ao freelance como modelo único de trabalho vem atraindo muitos devido às inúmeras vantagens, como fazer seus próprios horários, trabalhar de casa, corte de gastos e tempo com transporte.

Porém, esse tipo de carreira costuma passar por alguns desafios. Por se tratar de um profissional autônomo ou pequena empresa, pode ser que aconteça de o freelancer não receber seus pagamentos devidamente. O certificado digital, então, pode ajudar a diminuir riscos como esse, ou, ao menos, a tomar providências, como cobrança judicial e protesto.

Por esse motivo, o ideal é assinar os contratos de trabalho com o certificado digital, pois, além de possuir validade jurídica, ainda garante segurança, economia de tempo e dinheiro.

E-mail com certificado: por que o freelancer deve investir?

Você sabia que as trocas de mensagens por e-mail também contêm suas vulnerabilidades? O e-mail com certificado digital é a solução para esse problema, uma vez que os remetentes podem enviar documentos e mensagens confidenciais com uma camada a mais de segurança, o que diminui a preocupação de vazamento.

A maioria das mensagens que são enviadas com dados sigilosos não possuem recursos que impedem o acesso de terceiros. Por esse motivo, o certificado se faz tão necessário para o freelancer, já que conta com a criptografia, elemento fundamental da segurança de dados.  

Assim, as informações sensíveis ficarão apenas entre o contratante e o contratado, evitando o cruzamento de informações.

Qual a importância do certificado para o freelancer?

Protegido por criptografia, o uso do certificado traz muitos benefícios. Afinal, um documento assinado com certificado digital ou um acesso feito via certificado tem camadas a mais de segurança. O certificado também garante a autenticidade, a integridade e a validade jurídica de transações on-line.

Caso o freela seja um Microempreendedor Individual (MEI), é importante aderir ao certificado digital pelas facilidades e praticidades que ele proporciona, como vamos mostrar mais abaixo. E, apesar de os MEIs não serem obrigados a terem certificado para cumprir suas obrigações principais e acessórias, nem para o recolhimento do FGTS, o certificado se torna obrigatório para emitir Nota Fiscal Eletrônica, dependendo da localidade. É preciso consultar a legislação local. 

Veja mais vantagens do certificado digital para freelancer:

Profissionalismo

Oferecer Nota Fiscal de produtos e serviços demonstra seriedade e profissionalismo, o que pode se apresentar como um diferencial que coloca o MEI à frente de seus concorrentes. 

Além disso, emitir nota ajuda o microempreendedor a ter mais controle das suas finanças.

Praticidade

Com o certificado, o MEI se livra da necessidade de ter que assinar documentos e contratos pessoalmente, o que o mantém em um ambiente home-office, poupando tempo e outros recursos. Seus negócios são formalizados de forma segura e com validade jurídica.

Segurança

Como já te contamos por aqui, o certificado digital é a forma mais segura para a transmissão de informações entre empresas, devido às chaves criptográficas, as quais garantem a autenticidade nas transações e emissão de documentos. Por isso, a probabilidade de fraude diminui drasticamente.

Somos a solução em certificados digitais

Agora, você já sabe que o freelancer pode enviar documentos e informações contratuais, emitir nota e muito mais com o certificado digital. O recurso significa uma comunicação com mais dinamismo, validade legal e sem preocupação. 

Adquira o certificado digital para essas e outras vantagens!

Certificado digital para dentistas: entenda a importância

Em tempos de tecnologia muito presente no cotidiano das pessoas, a inovação nas relações humanas e a transformação digital são extremamente necessárias para os profissionais de saúde. O primeiro passo nessa direção é adaptar a sua clínica. Neste artigo, você verá que o certificado digital para dentistas é fundamental em um cenário de constantes mudanças.

Além de eliminar a burocracia dos processos cotidianos, esse recurso facilita a comunicação entre o profissional e seus pacientes. Quer saber como funciona o certificado digital para dentistas e a sua importância na área? Continue acompanhando!

Qual o certificado do dentista?

Para entender o que é o certificado do dentista, você precisa saber quais são as obrigatoriedades e tarefas que podem ser facilitadas com o recurso. Uma delas é a telemedicina. Esse termo configura prática médica que utiliza recursos tecnológicos para realizar atendimentos a distância com seus pacientes — como internet e até mesmo telefone — em busca de construir uma relação humanizada.

O certificado representa a identificação de uma pessoa física ou jurídica na internet, funciona como uma assinatura em transações ou autorizações de documentos. Algumas das opções de certificado digital para dentistas, são:

  • A1: tem validade de um ano, pode ser instalado em diversas máquinas. 
  • A3: validade de até três anos, pode ser armazenado em um smartcard ou token.
  • Certificado digital em nuvem: tem validade de até cinco anos e pode ser utilizado também pelo celular, em qualquer lugar com internet.

Por que o certificado para dentistas é benéfico?

Uma das grandes vantagens é atender remotamente. Caso um paciente faça um exame em uma clínica odontológica, mas os resultados só ficarão prontos em alguns dias, com o certificado digital é possível que o paciente receba esses exames de forma on-line, sem a necessidade de ir à clínica apenas para buscá-los.

Há uma série de possibilidades com o certificado:

Laudo e relatório eletrônico com validade jurídica

O laudo médico digital cumpre o papel de ampliar o acesso à saúde, assim como o relatório eletrônico. Afinal, a partir desse documento, mais exames podem ser disponibilizados à população, mesmo em unidades distantes dos grandes centros. 

Esses documentos existem apenas no ambiente eletrônico e possuem validade jurídica para serem distribuídos e compartilhados por plataformas on-line, seja na forma de parecer, certidão, relatório, declaração ou certificado.

O formato digital traz segurança, mobilidade, autenticidade e redução de custos. 

Consultas on-line

As mudanças no ambiente de trabalho no cenário pandêmico vieram para ficar. As consultas on-line ganharam mais força depois desse período. 

O modelo também beneficia pessoas com limitações físicas e favorece a flexibilidade de horários entre profissionais da área. 

Receituário on-line

Também conhecido como receita médica, é a prescrição que o profissional de saúde muitas vezes fornece após a consulta. Porém, aqui ele aparece em outro formado e sem perder a segurança. 

Esse é um documento que pode ser encaminhado para o paciente em formato de PDF ou por e-mail. 

A validação de uma receita médica digital requer certificado digital.  

Atestado odontológico

Essa funcionalidade é ainda mais facilitada no modelo on-line. A facilidade melhora, inclusive, a relação entre o dentista e o paciente, com a certeza de que os documentos podem tramitar de forma digital, com garantia de autenticidade, aceitabilidade e sem a possibilidade de adulterações ou falsificações.

Solicitação de exame

Embora esse tipo de tecnologia que permite tanto a prescrição digital de medicamentos como a de exames já exista há algum tempo, foi com a pandemia que o pedido de exames no formato digital aumentou. 

O pedido de exames médicos no formato digital tem validade jurídica (quando assinado eletronicamente com certificado no padrão ICP-Brasil), sendo totalmente regulamentado.

Legislação sobre certificado digital para dentistas

Os certificados digitais vieram para revolucionar a forma de tratar a papelada tradicional, impactando diretamente no dia a dia dos que optam por essa tecnologia, no caso dos profissionais dentistas não seria diferente. 

O suporte legal para todos os tipos de assinatura e certificados digitais é dado pela medida provisória n° 2.200-24. O Conselho Federal de Odontologia (CFO) também tem diretrizes para uso da certificação em atestados, prontuários, receituários e outros emitidos a distância por dentistas. 

A entidade permitiu a atuação remota desses profissionais em 2020, conforme consta na Resolução CFO 226/2020 durante a pandemia, mas deixou claro em uma de suas publicações que os atendimentos remotos continuariam permitidos.   

Quais as vantagens de utilizar a assinatura eletrônica qualificada para dentistas na clínica?

A assinatura eletrônica qualificada, feita com certificado digital, atesta que as partes interessadas concordam com o conteúdo expresso em um documento disponibilizado em formato eletrônico. Veja algumas vantagens de manter a sua assinatura eletrônica atualizada:

Segurança jurídica

A segurança jurídica é um dos pontos de maior destaque na assinatura eletrônica qualificada. Esse tipo de assinatura tem validade jurídica e é amparada pela MP 2.200/2001 que, entre outras coisas, diz respeito à garantia da autenticidade, da integridade e da validade jurídica de documentos em forma eletrônica.

Assim, o dentista pode provar em casos jurídicos ou processo que o paciente estava ciente dos procedimentos e valores acordados, em caso de aprovação de orçamentos, assim como outras situações semelhantes, por exemplo.

Agilidade nos processos

Como dito anteriormente, a assinatura eletrônica e o certificado digital facilitam a vida do dentista e do paciente. O primeiro, devido ao melhor controle dos seus documentos, e o segundo, por evitar burocracia na assinatura dos documentos. 

Além disso, a assinatura eletrônica pode ser feita com certificados em nuvem, como o Bird ID, o que garante maior rapidez nos processos e no fluxo de atendimentos dos pacientes da clínica.

Diminuição do uso de papel

O fator ambiental merece destaque quando o assunto são os certificados digitais. A Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABDG) verificou que 37% das impressões feitas nas empresas são desnecessárias. Isso porque os dados poderiam ser acessados e geridos virtualmente.  

Para se ter uma ideia, para a fabricação de uma única folha de papel A4 são necessários, em média, 10 litros de água, o que extrapola os limites de uma empresa preocupada com a sustentabilidade. Essa diminuição de papel não reflete apenas na sustentabilidade da empresa, mas também na parte econômica, devido a diminuição da compra de insumos para impressão.

Certificado digital com segurança é aqui

O seu dia a dia fica mais leve com o auxílio dos certificados digitais. Que tal fazer essa mudança no seu ambiente de trabalho e ver diferenças explícitas dentro da sua clínica? 

Se as dúvidas sobre o uso de certificados digitais são pertinentes para você, acesse nosso blog e descubra conteúdos esclarecedores sobre o assunto.

Somos responsáveis por emitir seu certificado no padrão ICP-Brasil, em qualquer lugar que você esteja, por videoconferência ou em uma das nossas lojas.

Licenciamento ambiental com certificado digital: como funciona?

Agilidade, digitalização e qualidade de processos estão presentes também no meio ambiente. O licenciamento ambiental com o certificado digital mostra isso. O certificado pode ser utilizado e, em alguns casos, até exigido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama – para operações dentro do site. 

O mundo está se modernizando cada vez mais e, para não ficar para trás, é preciso estar em contato com essas novas tecnologias. Neste conteúdo, vamos te mostrar como funciona o licenciamento ambiental via certificado digital e como essa modificação pode fazer diferença para diminuir algumas burocracias. Continue acompanhando!

Quais são as regras do licenciamento ambiental?

A digitalização de processos por meio do certificado digital faz parte da proposta do Governo Federal para transferir processos do meio físico para o eletrônico. 

O novo formato do licenciamento ambiental é integrado ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI) do Ibama. Nesse sentido, ele funciona como um repositório e opera para a confecção de documentos que exigem registro e assinatura eletrônica. 

Devido a essa mudança, todas as etapas se tornam digitais, desde a abertura do processo e acompanhamento, até a entrega de licenças.

Para isso, foi criada uma ferramenta chamada Sistema de Gestão do Licenciamento Ambiental Federal (SisG-LAF), implementada por meio da Instrução Normativa nº 26 e desenvolvida em parceria com o Ministério da Economia, em busca de aprimorar o Licenciamento Ambiental Federal (LAF).

O que é licenciamento ambiental?

O licenciamento ambiental é um dos instrumentos da Política Nacional de Meio Ambiente. Esse procedimento administrativo é realizado por um órgão ambiental que pode ser federal, estadual ou municipal. 

Os principais objetivos são licenciar a instalação, ampliação, modificação e operação de atividades e empreendimentos que utilizam recursos naturais, que sejam potencialmente poluidores ou que possam causar degradação ambiental, de acordo com o site oficial do Ibama

Algumas das atividades que causam danos ao meio ambiente são, por exemplo, a regulamentação da construção de estradas e de hidrelétricas. 

Durante a análise do licenciamento ambiental são avaliados impactos causados pelo empreendimento, como seu potencial ou capacidade de gerar líquidos poluentes (despejos e efluentes), resíduos sólidos, emissões atmosféricas, ruídos e a chance de riscos, como explosões e incêndios.

É importante pontuar que as licenças ambientais propõem o menor impacto possível ao meio ambiente.

Em 1997, a Resolução nº 237 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) definiu as competências da União, Estados e Municípios e determinou que o licenciamento deveria ser sempre feito em um único nível de competência. 

Certificado digital no Ibama: como funciona e qual o recomendado?

O certificado digital não é obrigatório para acessar o site do Ibama. Mas é recomendado para tornar os processos dentro do site mais seguros. 

Mas para os usuários do Documento de Origem Florestal (DOF), o acesso com certificado é o único aceito, devido à própria legislação.

O DOF é uma licença mandatória para transportar e armazenar material florestal de origem nativa. Nesse sistema, o certificado digital exigido é o A3 – o mesmo recomendado pelo Ibama para o Licenciamento Ambiental. A funcionalidade também está disponível no portal de serviços do Ibama.

Para acessar os serviços do Ibama, é necessário que os usuários tenham o certificado e-CPF e/ou e-CNPJ (de pessoa física e jurídica, respectivamente). 

Por que optar pelo certificado digital?

Uma das principais razões para ter um certificado digital é que ele pode ser usado em diversas ocasiões e profissões, além de ser um documento eletrônico seguro e validado pelo Governo Federal em diversos trâmites.

Outra função do certificado digital é acelerar processos de assinatura de documentos, reduzindo custos com burocracia, impressão e cartórios, além de colaborar com a preservação do meio ambiente, visto que não há a impressão desses documentos.

Certificado digital para licenciamento ambiental é conosco

Agora que você já conhece a importância do certificado digital para licenciamento ambiental, não deixe de investir em um para tornar o seu dia a dia mais confortável e menos burocrático.

Essa é a melhor maneira de deixar suas obrigações mais práticas, sem perder a segurança e praticidade pelo caminho. 

Entre em contato com a gente e emita já o seu certificado. Ou, se preferir, inicie o procedimento pelo nosso site, por videoconferência.

Certificado digital A1 vencido: como excluir?

Como muitos dos documentos que temos, os certificados digitais também têm data de validade. Porém, esse tempo varia de acordo com cada tipo de certificado. Caso você faça uso frequente ou não de certificados digitais, tê-los vencidos talvez não seja a melhor escolha. 

Neste artigo, vamos te mostrar como excluir seu certificado digital A1, além de te explicar porque não manter um certificado vencido com você. Vamos lá?

Como remover o certificado digital do computador?

Primeira opção:

Adquiriu seu certificado digital, mas ao acessar algum sistema, acontece um erro na comunicação. Identificou-se essa situação? Calma, basta remover o certificado digital expirado do navegador. 

Vamos ao passado a passo, que é feito pelo navegador, no caso de certificado A1.

  1. Aperte a tecla do Windows no teclado (ao lado do ALT esquerdo) e digite “opções”.
  2. No resultado da pesquisa, clique em “Opções da Internet”.
  3. Com a janela “Opções da Internet” aberta, clique na aba “Conteúdo” e, em seguida, em “Certificados”.
  4. Selecione o certificado que gostaria de remover – para ter certeza quanto a data de expiração, clique duas vezes em cima do certificado em questão.
  5. Clique em “Remover”.

Segunda opção:

A exclusão no Windows é feita diretamente no registro e não precisa de navegador. Para executar essa ação é preciso acessar o gerenciador de certificados do Windows. Siga esse passo a passo:

  1. Pressione a tecla do Windows no teclado (ao lado do ALT esquerdo) e a tecla da letra “R”, simultaneamente.
  2. Você verá a janela “Executar”. Digite o comando “certmgr.msc” e aperte a tecla “Enter” em seu teclado.
  3. O Gerenciador de Certificados será aberto. Clique em “Pessoal” e, depois, em “Certificados”.
  4. Clique sobre o certificado vencido e, depois, no X vermelho no topo da tela. Se preferir, pressione a tecla “Delete” do teclado.

Posso excluir os certificados que já estão com a data vencida?

Sim! Não só pode, como deve. O principal ponto para removê-los é que, ao vencer, o certificado se torna inutilizável e pode gerar conflitos, como citamos

Além disso, um certificado vencido pode atrapalhar e gerar erros de acesso a sistemas que utilizam o certificado digital como forma de login.

Por isso, fique atento à data de vencimento dos seus certificados digitais e entre em contato com uma empresa responsável e capacitada para fazer a renovação.

Não marque bobeira com seu certificado vencido por aí! Para renovar o seu certificado, entre diretamente em contato conosco, uma certificadora credenciada e autorizada para emitir e renovar certificados digitais no Brasil.

Tenha um atendimento humanizado e um suporte eficaz. Acesse nosso site e faça tudo sem sair de casa.

Carteira de trabalho digital: conheça o documento que substituirá a antiga CTPS

A Carteira de Trabalho Digital surgiu como forma de eliminar burocracias na contratação de colaboradores e outros trâmites no mundo do trabalhador. O avanço da tecnologia e a criação de ferramentas que garantem segurança e inviolabilidade de informações proporcionam o desenvolvimento desse tipo de novidade.

Neste artigo, vamos te mostrar tudo o que você precisa saber sobre esse recurso, assim como sua funcionalidade, importância, definição e comprovar sua segurança. Continue acompanhando!

O que é Carteira de Trabalho Digital?

A Carteira de Trabalho Digital é um documento oficial que tem o objetivo de substituir a CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social) impressa por completo. Assim, ela se torna um documento oficial obrigatório como qualquer outro exigido pelo Estado brasileiro. 

Ela será exigida para toda pessoa que executa algum tipo de atividade profissional e está devidamente registrada em uma empresa. Ou seja, todo funcionário passa a ter esse documento digitalizado. 

O sistema do Governo Federal existe desde 2017, mas foi aprimorado e disponibilizado em 2019, com o propósito de facilitar o acesso à informação do trabalhador no seu dia a dia. 

A partir de então, a CTPS física passou a não ser obrigatória na maioria das contratações, sendo substituída pela digital. 

Por que ter uma?

A carteira de trabalho digital é obrigatória, então não se trata mais de uma escolha, também traz diversos benefícios ao colaborador e empregador. Para as empresas, ela proporciona mais praticidade e rapidez em procedimentos de admissão, rescisão, atualização de dados, comunicações de férias, alterações de salários, cargos e outros.

Dessa forma, todo o processo de contratação passa a ser feito por meio do e-Social, em que não é preciso solicitar a CTPS do trabalhador, tampouco devolvê-la em algumas horas.

Porém, é preciso entender que os prazos e demais obrigações continuam inalterados. Ou seja, a nova forma da carteira de trabalho alterou os procedimentos de anotação, não o tempo para cumprir a obrigatoriedade. 

Enquanto isso, o trabalhador também tem bons motivos para aproveitar da nova tecnologia. No ambiente digital, a CTPS não pode ser perdida, problema comum com o documento físico.

Com a Carteira de Trabalho Digital, esse problema é eliminado. Afinal, ela existe apenas no mundo on-line e, caso você troque de smartphone, basta baixar o app novamente e realizar o cadastro. Alguns outros benefícios são:

  • Facilidade na visualização de informações do PIS/PASEP;
  • Qualificação civil e de contratos por meio da integração de vários bancos de dados do Governo Federal;
  • Integração de dados com outros sistemas, como o Meu INSS, etc.

Faça a sua carteira de trabalho digital com esse passo a passo:

1. Crie uma conta no site do Governo Federal 

O primeiro passo para  conseguir fazer a sua carteira de trabalho digital é ter um cadastro no site do Governo Federal. 

Para isso, basta acessar o site gov.br, abrir a guia sobre carteira de trabalho e clicar no botão  “Iniciar”, que atualmente se apresenta assim: 

Imagem de um botão verde escrito "iniciar"

Em seguida, você verá a tela abaixo:  

Print screev da página de cadastro do Governo Federal

Chegou nessa página? Beleza! Agora, clique no botão “ENTRAR COM GOV.BR” e uma janela se abrirá no seu navegador, como ilustrado abaixo: 

Print screen da página de login do site do Governo Federal

É preciso preencher o número do seu CPF e, em seguida, será solicitado o cadastro de uma senha. Ao se cadastrar preencha as informações requisitadas nesta plataforma. Fique tranquilo! Esse é um site seguro e validado pelo próprio Governo. Se já houver uma conta cadastrada com o número do seu CPF, aparecerá o campo para o preenchimento da senha.

Caso não lembre da senha cadastrada, basta clicar em “esqueci a minha senha” e serão oferecidas diferentes opções para a recuperação da sua conta. 

2. Acesse a CTPS digital pelo site 

Depois de realizado o seu cadastro ou acesso direto à conta, você será direcionado para a “área do trabalhador”, na qual diferentes opções de acesso serão apresentadas. Para abrir a sua CTPS, basta clicar em “Carteira de Trabalho Digital”. 

Imagem com um texto escrito "Carteira de Trabalho Digital"

Pronto! Você já consegue ter acesso aos seus dados pessoais e todo seu histórico de trabalho. 

3. Acesse a carteira digital pelo aplicativo 

Outra opção é acessar sua carteira de trabalho digital pelo aplicativo. Você só precisa baixar o app para Android ou iOS.

A tela para entrar na sua conta será como na imagem abaixo: 

Imagem da página de login do aplicativo da CTPS digital

Clique em “ENTRAR” e siga os passos, como no tópico anterior. As etapas do aplicativo e do navegador são bastante parecidas. 

Imagem com 3 prints screen do aplicativo da CTPS digital

Se não tiver um cadastro, é só clicar em “Crie sua conta” e preencher as informações pedidas pelo app. 

Print screen da imagem de cadastro de senha do aplicativo da CTPS digital

Quando conseguir acessar a sua conta, a seguinte tela aparecerá com informações pessoais e suas últimas contratações: 

Imagem da "área do trabalhador" do aplicativo da CTPS digital

Prontinho! Navegue pelo aplicativo para ter acesso aos seus dados.

Qual a forma mais segura de acessar as minhas informações?

Sem dúvida, a forma mais segura de acessar a plataforma é por meio da certificação digital. O aplicativo valida esse tipo de documento. Após a criação da sua conta no app, é preciso escolher a forma de acesso a suas informações. Dentre as opções, temos:

  • Validação facial por meio do app Meu gov.br;
  • Bancos credenciados;
  • Internet banking;
  • Certificado digital;
  • Número do CPF.

Em seguida, após essa escolha, o sistema solicitará várias confirmações de informações para checar que se trata de uma pessoa real e não um robô. Por exemplo, o mês do seu nascimento, nome da mãe, etc.

Então, como o certificado digital pode ser útil nesse processo?

O uso do certificado digital aparece no momento do cadastramento no sistema Gov.br. Com o uso do certificado digital, é possível acessar sua conta nesse banco de dados instantaneamente. 

Isso acontece porque o certificado digital é um recurso que garante a proteção e a inviolabilidade dos seus dados. Assim, ao utilizar o certificado, você evita desvios ou vazamento de dados, o que ocorre a milhões de pessoas. 

Não é apenas para facilitar o seu acesso à CPTS que o certificado digital te auxilia no dia a dia, podemos destacar algumas vantagens para o usuário, como:

Segurança

É comum ficar receoso com a possibilidade de terem suas informações sigilosas expostas e não autorizadas. Talvez você não saiba, mas essa situação acontece com mais frequência do que parece em um ambiente chamado Dark Web (servidores de rede disponíveis na internet).

Há maneiras e recursos para evitar que isso aconteça. O certificado digital é uma delas, pois ele cria uma blindagem aos dados, o que dificulta a utilização deles sem autorização.

Praticidade

Outro benefício interessante é a praticidade. Os certificados digitais A3, por exemplo, podem ser transportados para onde quiser, já que ficam armazenados em ferramentas de conexão não ligadas ao computador, como o token e smartcard. 

Nesse sentido, basta conectá-lo a um novo computador para ter acesso às informações. Além disso, as empresas só conseguem acessar o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte ( e-CAC) e outras plataformas do Governo por meio do certificado digital. 

Cumprimento a exigências legais

O certificado digital também é o instrumento que faz a validação e transmissão de dados de uma empresa para os órgãos de tributação — por esse motivo, atende as demandas de processos que precisam de assinatura virtual. 

Algumas operações obrigatórias que se tornam possíveis com ele são: SPED Fiscal, Contribuições, Escrituração Contábil Digital (ECD) e Escrituração Contábil Fiscal (ECF).

O uso de um certificado digital aliado a essa tecnologia proporciona mais agilidade, praticidade e, principalmente, segurança ao utilizar esse tipo de ferramenta on-line. Entre em contato com nossa equipe e emita seu certificado digital com uma certificadora credenciada e autorizada para emitir e renovar certificados digitais no Brasil.

Acesse nosso site e saiba como funciona esse processo!

8 dúvidas sobre certificado digital respondidas

Muito se ouve falar em certificação digital, mas esse assunto ainda gera muitas dúvidas. As questões a serem esclarecidas começam pela definição de certificado digital. Uma boa parcela das pessoas e empresas que procuram pelo certificado pensam que é algo burocrático e para cumprir obrigatoriedades, apenas. Porém, entender do que se trata, realmente abre diversas possibilidades. 

Depois de esclarecida essa questão inicial, as pessoas têm outras dúvidas bastante comuns. Este artigo foi escrito para te ajudar a entender os pontos básicos. Fique com a gente até o final e saia com bastante informação útil!

1. O que é certificado digital? 

Certificado digital é a identidade eletrônica de pessoas e empresas. Equivale ao CPF e ao CNPJ. Alguns o definem como um documento que viabiliza a assinatura de contratos a distância, com o mesmo valor de uma assinatura a próprio punho reconhecida em cartório. O certificado tem esse benefício, mas ele vai muito além de validar contratos on-line.

De forma obrigatória ou opcional, o certificado digital é instrumento de acesso a diversos serviços. Mesmo quando não é necessário devido a alguma norma, facilita a realização de vários trâmites, dá celeridade e aumenta a segurança das transações, graças a uma criptografia avançada. Outros benefícios são a economia de tempo e com taxas cartoriais, além de sustentabilidade. 

2. Fazer um certificado digital é burocrático? 

Existem normas de segurança para serem cumpridas. Essas regras buscam garantir a segurança do próprio cidadão.

Há certificados que podem ser emitidos e renovados por videoconferência, sem que a pessoa precise sair de casa ou do escritório. É possível emitir tanto o e-CPF quanto e-CNPJ de forma remota. Além de não precisar ir a um local físico, os Agentes de Registro (AGRs) são verdadeiros guias para o cliente. Prezamos muito pelo atendimento de excelência. 

3. Todas as empresas são obrigadas a ter certificado digital? 

Nem todas, mas a maioria. São elas: 

– Empresas que geram NFe (há uma exceção)

A geração de nota fiscal eletrônica (NFe) só pode ser realizada com certificado digital. A exceção são alguns Microempreendedores Individuais (MEIs). A legislação sobre NFes é municipal para prestadores de serviços, e estadual para comércio e serviços de transportes. Cada entidade envolvida define as normas para que os Microempreendedores Individuais tenham facilidade na emissão de notas fiscais. Assim, em algumas localidades o certificado digital é obrigatório para MEIs, e em outras, não. 

– Empresas com empregados (com exceções)

Apenas MEIs e pessoas físicas conseguem acessar o eSocial sem o certificado digital. Porém, sem o certificado, o envio de informações é feito de forma manual, o que demanda mais tempo. Dessa forma, todas as empresas com trabalhadores no regime CLT precisam do certificado para realizar envio de informações ao eSocial. Dependendo do porte da empresa, o volume de informações é maior, e o certificado digital ajuda a diminuir consideravelmente o tempo gasto com essa tarefa. O uso do certificado também agrega uma camada a mais de segurança para cumprimento das obrigatoriedades dos empregadores. 

– Companhias modernas, que desejam mais produtividade e segurança

E mesmo de forma opcional, o certificado digital será um facilitador no dia a dia das empresas, além de trazer benefícios, como desburocratização dos processos, sustentabilidade e até economia, já que um documento validado com certificado digital dispensa os trâmites em cartório. Consequentemente, não é necessário arcar com as taxas de autenticação desses serviços. 

4. Quando pessoas físicas precisam ter certificado?

Em algumas situações pontuais o certificado digital é obrigatório para pessoas físicas. É preciso consultar a legislação. Em Minas Gerais, por exemplo, o documento é pré-requisito para abertura de empresas na Junta Comercial do estado. 

Porém, o certificado é um facilitador e blinda quem o utiliza de fraudes. Por isso, mesmo de forma opcional, considere emitir um. 

Ele deve ser entendido como um investimento. Economiza-se tempo e valores com taxas, além de deslocamento para vários trâmites. É mais seguro, econômico e ágil. Dessa forma, o certificado torna-se necessário para a pessoa física também.

5. É possível usar o certificado pelo celular?

Sim, desde que seja o certificado em nuvem, pois ele é armazenado na cloud e viabiliza o acesso mobile. O certificado em nuvem é o Bird ID.

Os certificados A1 são armazenados no computador e o A3 em um smartcard ou token, o que inviabiliza usá-lo pelo celular. 

6. O que pode invalidar um certificado digital?

Para todos os tipos de certificados digitais, deixar de renovar em tempo hábil torna o documento inválido. Por isso, é preciso muita atenção para a data de validade do certificado.

Invalidação certificado A1

Algumas ações invalidam a utilização do certificado digital A1. São elas: 

– Formatação do disco rígido. 

– Apagamento da chave primária. 

Invalidação certificado A3

– Perda do smartcard ou token. 

– Apagamento da chave primária. 

– Digitação do PIN incorreto em três tentativas e do PUK, em seguida. 

7. Por quanto tempo um certificado digital é válido? 

Depende do tipo de certificado. A validade varia de um ano, para certificados A1, até cinco, para o Bird-ID, certificado em nuvem. O A3 tem validade de um a três anos. 

Para aqueles que utilizam com frequência a identidade eletrônica, o indicado é optar por certificados com tempo maior de validade. 

8. Como saber se o certificado é verdadeiro?

Basta acessar o verificador de conformidade, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).  Dessa forma, você garante que os documentos assinados ou procedimentos realizados com o certificado digital são válidos. 

Outras dúvidas 

Tem mais alguma dúvida sobre certificado digital? Nossos profissionais são especialistas, te ajudam a obter o certificado e dão orientações importantes para o uso dele.